quinta-feira, 6 de março de 2014

O PORQUÊ DAS FRASES OU PROVÉRBIOS?..., por Fernando Lourenço


O PORQUÊ DAS FRASES OU PROVÉRBIOS.

Há mais de um mês, que venho colocando frases ou provérbios diariamente.
Houve quem não achasse muita graça á ideia, mas o que é certo é que tem servido algumas vezes para algumas conversas, com piada mesmo os que estavam avessos à "coisa" e também eles têm postado algumas frases cheia de oportunidade.


Os nossos pensamentos transformam-se em palavras (veja-se o caso do Paulo Lopes), falando ou escrevendo, pois temos o bom costume de, quase sempre, pensarmos antes de falar.
Mas também sucede o contrário: frase ou citações que ouvimos ou lemos fazem-nos pensar.
 
É uma forma de descobrirmos coisas novas, aproveitando a sabedoria de outras pessoas.
Há pensamentos que atravessaram os anos e os séculos sem se fazerem em pó, talvez porque receberam a missão de nos iluminarem, de nos intrigarem, de nos divertirem de nos servirem de inspiração.
Algumas dessas mensagens inspiradoras servem de lema para uma vida inteira, outras para colocar num blog ou no facebook.
Para fazer um amigo refletir ou para brincar com ele.
Ainda me recordo da minha primeira frase que coloquei na página: HÁ DUAS PALAVRAS QUE ABREM MUITAS PORTAS: PUXE e EMPURRE.

 
Também algumas vezes as frases servem para revestir uma ideia que já tínhamos pensado, mas não sabíamos traduzir em palavras.
 
Aquilo que pensamos é o motor do nosso comportamento.
Houve quem escrevesse: "semeia um pensamento e colherás um desejo; semeia um desejo e colherás a ação; semeia a ação e colherás um hábito; semeia um hábito e colherás o caráter".

Ontem coloquei duas publicações e nenhum comentário (gosto de estar na linha da frente?) mas parece-me que hoje vou publicar mais.
 
A ver vamos, sinto-me em forma.