domingo, 13 de abril de 2014

Poemas, por João Marcelino



 
 
 
A POESIA QUE EXISTE EM MIM,
É PARA SÊR LIDA E SENTIDA,..
PARA QUE ESTA NÃO FIQUE PERDIDA,
NAS PALAVRAS QUE PENSO E DIGO,
E PARECEM NÃO TER FIM!!!...

17/03/2014
 
NÃO SOU DO PORTO MAS ADORO ESTA CIDADE !!!...
TENHO LÁ GRANDES AMIGOS
QUE COMIGO PARTILHARAM
ESSA OUTRORA MOCIDADE,..
...
SINTO NO PEITO TRISTEZA
E UM GRITO DE REVOLTA,..
POR NÃO VIVER HOJE AINDA
ESSE TEMPO QUE NÃO VOLTA,

ONDE MORA ESSA MORAL
DOS QUE ME TENTARAM CALAR,..
POR ISSO NÃO VOU ESQUECER
A HISTÓRIA QUE ALÉM MAR
CERTA ALTURA ACONTECEU,..
AGORA VIVO O SILÊNCIO
DAS ARMAS DO MEU HEROI
DUM POETA QUE SOU EU,..

05/04/2014
 
 
NUM DIA DE SOL
QUE LINDO E BELO DIA,
QUE IRRADIA LÁ FORA,
TODA A SUA FORMA ,...
TODA A SUA EXUBERÂNCIA,

A ALEGRIA, A PAZ,
TRANSMITIDA PELOS RAIOS SOLARES,
QUE TOCAM AS NOSSAS FACES,
E FAZ O SUOR ESCORRER,
FAZ SOL LÁ FORA, E O DIA CANTA,
AS ÁRVORES, OS PÁSSAROS, A SOMBRA,
TODOS ADMIRAM O SOL,
QUE GRANDIOSO A TODOS AQUECE,
TODOS DESPERTAM AO VÊLO,
POIS AO ANOITECER,
ESTE MESMO IRÁ ANOITECER,
PARA NASCER MAIS BÉLO.

7/4/2014