quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Histórias de Taxista - O padre Miguel, por Gilberto Pereira


FORAM MUITAS AS CORRIDAS PARA TODO O PORTUGAL.

HOJE DESTACO A IDA A MEIMÃO.


A FAMA DO PADRE MIGUEL "O MILAGREIRO", TAMBÉM CHEGOU ÀS NOSSAS BANDAS.
À VINTE E TAL ANOS ATRÁS UM CLIENTE ABORDA-ME NO SENTIDO DE LHE FAZER UM SERVIÇO A MEIMÃO, PORQUE JÁ NÃO PODIA MAIS COM TANTAS TENTATIVAS DE SUICIDIO DE SUA ESPOSA, ALÍAS ALGUMAS DO MEU CONHECIMENTO E TRANSPORTE A HOSPITAIS, ÁS QUAIS UM MÉDICO MEU AMIGO ME CONFIDENCIOU NÃO SER PROBLEMA DE MEDICINA.



ENTÃO TELEFONEI PARA O PADRE NO SENTIDO SE PODIA ATENDER NUM DETERMINADO DIA.

A RESPOSTA FOI: "CLARO CARAGO".

E LÁ FOMOS RUMO A MEIMÃO COM A SENHORA NO BANCO DE TRÁS NO MEIO DE DUAS FAMILIARES, NÃO FOSSE O CASO DE ABRIR A PORTA E TENTAR MAIS ALGUMA.



NÃO É MEU HÁBITO ACOMPANHAR AS PESSOAS A ESSAS INTIMIDADES, MAS DESTA FOI EXCEPÇÃO E PRESENCIEI O SEGUINTE: DIRIGIMO-NOS À CAPELA, NUMA SALINHA ESTAVA O PADRE MIGUEL QUE SE LEVANTOU E EM FRENTE DA SENHORA, BALBUCIOU QUALQUER COISA QUE NÃO ENTENDI E COM O PUNHO FECHADO ESPETOU UMA MOCADA NO MEIO DA TESTA DA SENHORA QUE ESTA IA CAINDO PARA TRÁS E DISSE: PODEM IR E FAÇAM BOA VIAGEM, O SENHOR AÍ, VIRANDO-SE PARA MIM, É O TAXISTA, SIM SR PADRE E DEU-ME UM OLHO DE GATO QUE AINDA HOJE O USO NO MEU CARRO.E JÁ DO ALTO DAS ESCADARIAS ABENÇOOU O MEU TAXI.



DE REGRESSO E PASSADOS ALGUNS QUILÓMETROS, A SENHORA ERA JÁ OUTRA PESSOA, QUER NAS ATITUDES, COMO NAS PALAVRAS E POR ORDEM DELA TIVEMOS QUE IR JANTAR TODOS.


ATÉ HOJE NUNCA MAIS TEVE PROBLEMA NENHUM, É UMA PESSOA NORMAL QUE CUIDA DO MARIDO, DA CASA E DOS NETOS.


" ESTA HISTÓRIA É PARA REFLEXÃO DO LIVRE PENSADOR"


UM ABRAÇO AO PESSOAL DO BCAV3878