domingo, 16 de agosto de 2015

O VAGOMESTRE MACHADO, por Gilberto Pereira


ESTE MILITAR QUE JÁ TODOS CONHECEM.
FOI O ÚNICO QUE EU CONHEÇA QUE TEVE A CORAGEM DE AFRONTAR E DISCURDAR DAS ORDENS DO COMANDANTE SIMÕES.
 
EPISÓDIO...
COLUNA DE REABASTECIMENTO PARA PORTO AMÉLIA.
O VAGOMESTRE MACHADO NÃO QUER IR E MANDA OS CABOS.
O COMANDANTE SIMOES DÁ ORDEM PARA ELE IR PORQUE A COLUNA NÃO PODIA ESPERAR MAIS.
O VAGOMESTRE MANDA DIZER AO COMANDANTE PELO CABO QUE NÃO VAI.
O VAGOMESTRE ESTÁ NO QUARTO A BEBER UMAS CERVEJOLAS.
O COMANDANTE MANDA O CABO DIZER SE ELE NÃO VEM JÁ MANDA-O AMARRADO Á VIATURA.
PERANTE ESTE INSÓLITO FOI ACONSELHADO POR MIM E OUTROS QUE ERA MELHOR IR.
ESTAVA DE FARDA 3 E DE ALPERCATAS, COLOCOU A BOINA NA CABEÇA, CALÇOU UNS SAPATOS PRETOS DE VERNIZ COM ATACADORES AMARELOS E APRESENTOU-SE NA PARADA E A COLUNA FINALMENTE SAÍU.

CHEGOU A PORTO AMÉLIA DEIXOU OS CABOS A TOMAR CONTA DO REABASTECIMENTO E PEGOU AVIÃO PARA NAMPULA.
SEGUNDO SUA VERSÃO FOI AO SECTOR FALAR COM UM SUPERIOR AMIGO ALTA PATENTE E VOLTOU A PORTO AMÉLIA A TEMPO DE REGRESSAR COM A COLUNA.

QUANDO CHEGOU O COMANDANTE SIMÕES JÁ TINHA ORDEM DO SECTOR PARA NÃO PODER DAR PORRADA NELE.

ESTE CARA PERTENCIA Á "ANP" E O COMANDANTE APENAS O PODE CASTIGAR PELAS DESOBEDIÊNCIAS MANDANDO-O PARA SALVO ERRO ROVUMA.

TODOS OS DIAS NO ROVUMA CHOVIA MORTEIRADA E ESTE CAMARADA PASSAVA OS DIAS EM CIMA DO ABRIGO COM UMA CAIXA DE CERVEJA POR COMPANHIA.

MAIS TARDE VEIO PARA A ZONA DE PORTO AMÉLIA E ONDE SE DIZ QUE VEIO A ENCHER-SE DE MASSA.

PROMETEU QUE NUNCA VIRIA PARA A METRÓPOLE NO AVIÃO QUE VIESSE O COMANDANTE, NEM QUE PARA ISSO TIVESSE QUE ALUGAR UM AVIÃO SÓ PARA ELE.

NÃO ME LEMBRO DE ELE TER VINDO CONNOSCO.

QUEM O CONHECCEU SABE QUE ERA UM BACANO.