sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Tom & Jerry, por Fernando Lourenço


 
Dedicado ao Gilberto Pereira e restantes.
Uma coisa mais levezinha.
Abraço e até amanhã.

Tom & Jerry

Para os apreciadores dos "verdadeiros" desenhos animados, aqui vai um "bombom"!...

Depois de muita, intensa e cansativa busca lá consegui encontrar a única cópia completa e em condições perfeitas, deste extraordinário desenho animado – concebido e realizado em 1946!...
 
Desde a qualidade do desenho (que era pacientemente feito e pintado à mão, em celuloide) à qualidade do esplêndido humor e imaginação em todas as sequências (atente-se no ar enfatuado do gato, no início do concerto) em todas as notáveis expressões dos dois intervenientes, na qualidade do décor, nos variados planos de imagem, nas perspetivas e tomadas de vista “da câmara”.

Repare-se na irreverência, no final extenuado e sofrido do infeliz gato, no ritmo da ação, aceleradamente alucinante, uma coisa absolutamente cinematográfica.
Mas sobretudo... Deixei para o fim porque será talvez a característica mais notável desta realização – repare-se sobretudo no sincronismo sensacional da execução musical, a relação imagem/música, por entre todos os gags e todos os pormenores das intervenções das duas únicas personagens.

Este filme ganhou um Óscar nesse mesmo ano, mas mais importante do que isso, fez parte da infância de alguns de nós.