segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Pontão abaixo e a granada abandonada..., por Fernando Bento

Foto do Fernando Bento

22 de Julho de 2013 21:48
Mais um pequeno artigo para a história do nosso Batalhão, acompanhado de duas fotos elucidativas.
No dia 20/11/1972, perto da hora do almoço, ouve-se em Macomia um rebentamento, que logo se deduziu vir das bandas da picada para a Mataca.
De imediato o pelotão de sapadores, foi incumbido pelo major de seguir para o local, no sentido averiguar a origem de tão grande estrondo.
Patrulhamos toda a picada com atenção redobrada até que chegamos à zona em que a picada desce quase a pique culminando num pequeno pontão para depois subir novamente até ao Alto do Delepa (não sei se é assim que se chama).
Quando chegamos ao pontão, (estava ali a origem do rebentamento), deparamos com o mesmo parcialmente destruído, que impossibilitava a passagem e que a partir daquele dia teve de se fazer por um dos lados, o que constituía uma tarefa bastante difícil, pois as margens eram bastante inclinadas.
Estávamos a inspecionar o local no sentido de tentar descobrir se o mesmo não estaria armadilhado (era normal nestas circunstâncias), quando alguém gritou: atenção está ali uma granada.
Deparamos com uma granada desencavilhada colocada atrás de uma pedra, propositadamente abandonada.
Essa granada ainda nos fez recuar como primeira reação.
Certificaáo-nos que não haveria mais alguma armadilha, estava tudo limpo, então o António pegou nela com todo o cuidado, colocou-lhe uma cavilha, das nossas granadas e pendurou-a no cinto.
Tirei umas fotos para o relatório, e algum tempo depois abandonamos o local.